E - ÊXODO - QUINTA PARTE - Ex 18,1-12

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

E - ÊXODO - QUINTA PARTE - Ex 18,1-12

Mensagem  Admin em Ter Set 20, 2011 10:23 am

5º Encontro: Unir para vencer as divisões

O texto base para o encontro: Êxodo 18,1-12

O Deus libertador é o Deus verdadeiro -* 1 Jetro, sacerdote de Madiã e sogro de Moisés, ficou sabendo de tudo o que Javé havia feito com Moisés e com seu próprio povo Israel: como Javé havia retirado Israel do Egito. 2 Quando Moisés mandou sua mulher Séfora de volta, Jetro, sogro de Moisés, recebeu-a 3 junto com os dois filhos. Um deles se chamava Gérson, porque Moisés dissera: «Sou imigrante em terra estrangeira». 4 O outro se chamava Eliezer, porque: «o Deus de meu pai é minha ajuda e me libertou da espada do Faraó». 5 Acompanhado da mulher e filhos de Moisés, Jetro foi encontrar-se com ele no deserto onde estava acampado, junto à montanha de Deus. 6 Informaram a Moisés: «Sua mulher e seus dois filhos estão aí juntamente com seu sogro Jetro». 7 Moisés saiu para receber o sogro, inclinou-se diante dele e o abraçou. Os dois se cumprimentaram e entraram na tenda. 8 Moisés contou ao sogro tudo o que Javé tinha feito ao Faraó e aos egípcios, por causa dos israelitas. Contou também as dificuldades que tinham enfrentado pelo caminho e das quais Javé os havia libertado. 9 Jetro ficou alegre por todos os benefícios que Javé tinha feito a Israel, libertando-o do poder egípcio. 10 E disse: «Seja bendito Javé, que libertou vocês do poder dos egípcios e do Faraó. Ele arrancou este povo do poder do Egito. 11 Agora eu sei que Javé é o maior de todos os deuses, pois quando eles tratavam vocês com arrogância, Javé libertou o povo do domínio egípcio». 12 Depois, Jetro, sogro de Moisés, ofereceu a Deus um holocausto e sacrifícios. Aarão e todos os anciãos de Israel foram e fizeram a refeição com ele na presença de Deus.

Algumas questões respondidas pelo texto:
1) O que Moisés faz quando encontra com seu sogro?
2) Que Deus se revela nas palavras de Jetro?
3) O que este texto tem a dizer para nossas famílias, hoje?

Quando Moisés foi escolhido por Deus para a missão de libertar o povo, ele voltou para o Egito levando consigo a mulher Séfora e os filhos: Gerson e Eliezer (cf. Ex 4,19-20). Passado algum tempo, a esposa e o filhos voltaram para a casa de Jetro, sogro de Moisés. Agora, durante a travessia, Jetro traz consigo os dois filhos e a esposa de Moisés. É o momento de reencontro da família.
O capítulo 18 do Êxodo retoma o lado humano, o ambiente de família. Há uma explosão de afeto, eles se abraçam, se beijam e trocam notícias. Moisés conta a Jetro todos os acontecimentos, revela, com entusiasmo, a saída do Egito e os grandes feitos do Senhor durante todo o processo de libertação até aquele momento. Jetro, por sua vez, se alegra com a ação de Deus a favor do povo e bendiz ao Senhor por todos os acontecimentos.
E como os filhos são projetos de vida nova, o nome dado aos filhos expressa algo da realização da missão de Moisés. Gérson significa “Sou imigrante em terra estrangeira”. Eliezer significa “O Deus de meu pai é minha ajuda” (Ex 18,3-4) e testemunha que a missão que Moisés recebeu de Deu foi cumprida.
A reconstrução da família revela o início da reconstrução do povo. A comunidade, o novo povo de Deus, se forma através da união das famílias. O futuro do povo depende da reconstrução das famílias e da busca de um projeto comum de vida e de esperança para todos. A tenda, a casa, o ambiente de família deve ser o novo espaço de convivência, de partilha e solidariedade. “Que o coração dos pais volte para os filhos e o coração dos filhos, para os pais” (Ml 3,24; cf. Eclo 48,10).
A união da família prepara o povo para o seu grande encontro com Deus no monte Sinai. O povo que saiu do Egito é composto por vários grupos. As famílias se reúnem na busca de um projeto comum. O futuro do povo depende da firmeza e da unidade nas famílias. Sem uma união das famílias, não se forma comunidade, sem comunidade, não haverá um verdadeiro encontro com Deus. Isso compromete a realização do sonho de liberdade na Terra Prometida. A unidade na família fortalece seus membros, cria um clima de maior amor e fraternidade e possibilita vencer as divisões.
Vale lembrar a Verbum Domini nº 85 – “Com efeito, «com o anúncio da Palavra de Deus, a Igreja revela à família cristã a sua verdadeira identidade, o que ela é e deve ser segundo o desígnio do Senhor». Por isso, nunca se perca de vista que a Palavra de Deus está na origem do matrimonio (cf. Gn 2, 24) e que o próprio Jesus quis incluir o matrimonio entre as instituições do seu Reino (cf. Mt 19, 4-Cool, (...) Por isso, o Sínodo deseja que cada casa tenha a sua Bíblia e a conserve em lugar digno para poder lê-la e utilizá-la na oração. (...) De modo especial, o Sínodo deteve-se sobre o papel indispensável das mulheres na família, na educação, na catequese e na transmissão dos valores. Com efeito, elas «sabem suscitar a escuta da Palavra, a relação pessoal com Deus e comunicar o sentido do perdão e da partilha evangélica», como também ser portadoras de amor, mestras de misericórdia e construtoras de paz, comunicadoras de calor e humanidade num mundo que demasiadas vezes se limita a avaliar as pessoas com os critérios frios da exploração e do lucro.”
Pergunta para o aprofundamento: O que fazer para que nossas famílias se aproximem mais da Palavra de Deus e participem mais da vida de comunidade?

Para aprofundar o texto de Ex 18, 1-12: Uma família se reagrupa e vence a divisão
O texto mostra a figura central Jetro sacerdote de Madiã e sogro de Moises. Jetro não sabia o que era ser escravo, não fez a travessia do deserto e também não presenciou, os feitos de Iahweh pelo seu povo na caminhada.
Iahweh ensina ao povo de Deus durante a travessia não deve ser fechado, mas sim, aberto para acolher as pessoas que queiram entrar. No capítulo 18 a figura de Moisés deixa de ser a principal personagem e começa a se destacar Jetro. Iahweh ensina: a comunidade crescerá quanto tem a capacidade de acolher pessoas novas.
A proposta central dos capítulos 15-18 do livro de Êxodo é a Libertação.
Podemos destacar ainda os seguintes ensinamentos:
A família unida é muito importante na caminhada. A família deve estar aberta ao acolhimento de outras pessoas.
A confiança que Jetro tem em Deus e o apoio efetivo da família a missão de Moisés. A libertação do povo só acontece quando existe reconhecimento da presença de Deus.

Questões e dúvidas na busca da união das famílias na caminhada de hoje:
Comunidade: O que faz a Família para manter-se a unida?
Catequese: No processo de catequese como a unidade familiar pode colaborar?

Admin
Admin

Mensagens : 12
Data de inscrição : 12/08/2011

Ver perfil do usuário http://formabiblic.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum